Conheça a APPMG Associe-se e aproveite as vantagens Descontos, Vantagens e benefícios aos associados APPMG Veja aqui os eventos que a APPMG já promoveu e vai promover ESCOLAS EM AÇÃO Todos os Endereços, Telefones, E-mails da APPMG Envie-nos um e-mail Site oficial do Governo do Estado de Minas Gerais Carrega a página inicial novamente.
Sede APPMG - Rua da Bahia, 1032, 9º andar - Centro. CEP: 30.160-903 - Belo Horizonte/ MG. Telefone: (31) 3273 1126
<<Voltar

TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A EFETIVAÇÃO
LEI COMPLEMENTAR Nº100 DE 05/11/2007
 
DECRETO Nº. 44.674 DE 13/11/2007

 

1.    DIFERENÇA ENTRE EFETIVO E EFETIVADO

EFETIVO = Quem fez Concurso Público de Prova e Título, foi nomeado, teve estágio probatório e está posicionado na carreira.
 
EFETIVADO = Quem foi designado para o exercício da função pública após 16 de Dezembro de 1998 até 31 de Dezembro de 2006 e está enquadrado na Lei nº. 100, de 05/11/2007, regulamentada pelo Decreto 44.674, de 13/12/2007.
 

- PRINCIPAIS PONTOS DO DECRETO

1-    Para ser contemplado pelo presente Decreto e pela Lei nº. 100, é imprescindível que o servidor tenha trabalhado em 2006 e esteja em exercício em 2007.
 
2-    Não será contabilizado para efeito de vantagens e aposentadoria o período em que não se comprovar o efetivo exercício; isto é, o período em que o servidor não foi designado.
 
3-    Os contemplados pela Lei nº. 100 terão os mesmos direitos e deveres do Efetivo, inclusive no que se refere a previdência e aposentadoria. Só não terão a estabilidade.
 
4-    Se o servidor tiver sido designado para outro cargo diferente ao que foi efetivado, este período não será computado para fins de aposentadoria, segundo o decreto 44.674. (Art. 5o. parágrafo único)
 
5-    O POSICIONAMENTO NA CARREIRA se dará no cargo ocupado na data de publicação da Lei º 100, em 05/11/2007.
 
6-    A LOTAÇÃO DO EFETIVADO será na mesma unidade em que ele esteja exercendo a função em 06/11/2007 nas devidas condições que ele tem (cargo, nº. de aulas, função).

7-    Quando houver redução de turmas, o efetivado poderá ser aproveitado “de oficio”; O remanejamento do servidor será no mesmo cargo ao anterior exercido.
 
8-    Em caso de redução de turmas e havendo a dispensa do servidor, serão obedecidos os seguintes critérios, nesta ordem:
 
a)    maior tempo de serviço na unidade de exercício;
b)    maior tempo de serviço no serviço público estadual
c)    maior idade
 
9-    A dispensa do efetivado poderá ocorrer nos seguintes casos:
 
a) Redução do número de turmas e conseqüente redução de vagas
b)    Provimento do cargo por servidor nomeado em virtude de aprovação em concurso público
c)    Retorno de servidor licenciado cuja vaga está preservada em lei. Exemplo: Licença médica.
d)    Prática ilícita administrativa, bem como acumulo de cargos ilícitos.
e)    Desempenho insatisfatório na avaliação de desempenho
 

- AUXILIARES SERVIÇOS GERAIS

10- Não serão dispensados

11- Haverá efetivação de todos aqueles que estavam em exercício em 2006 e 2007

12- Não haverá concurso para auxiliares de serviços

13- Aqueles auxiliares que tiverem o tempo e a idade serão aposentados

14- A lotação do efetivado será na escola em que ele trabalha.

15- Os não beneficiados pela Lei nº. 100, a partir de 2008, serão contratados como celetistas por uma empresa terceirizada, recolherão ao INSS e não mais terão vínculo empregatício com o Estado. Irão se aposentar pelo INSS e não terão mais direito ao Ipsemg.
 

:: APPMG INFORMA